sexta-feira, 27 de janeiro de 2023 - 27/01/2023 22:29:09
Nice Content News

Vai visitar Bariloche no inverno, mas não sabe o que levar na mala? Nesse artigo preparamos sugestões práticas e eficientes do que acreditamos ser importante carregar na mala para esse destino.

Já em março o frio começa a dar as caras em Bariloche, mas é em meados de junho, julho e agosto que as baixas temperaturas de fato surgem. Durante os meses de temperatura mais baixa do ano, neva e chove com muita frequência, especialmente nas estações de esqui e montanhas. Para você ter uma ideia, os termômetros em julho e agosto variam entre -5°C e 5°C, por isso, caso você escolha viajar nessa época do ano, vale a pena se preparar bem. 

Bariloche é um lugar cheio de atrações maravilhosas, especialmente se você aprecia belas paisagens e excelentes comidas. Facilmente você encontra restaurantes de qualidade e atrações por lá, por isso, levar roupas confortáveis, leves e versáteis é crucial.

Preparamos esse post com intuito de te ajudar a organizar uma mala de inverno inteligente, confira o que levar para Bariloche!

O que este artigo aborda:

As peças que devem estar na sua mala para visitar Bariloche

1. Para proteger e aquecer os seus pés

Proteger os pés tanto da neve quanto da umidade é essencial. Escolhe utilizar calçados bem resistentes, seguros e que te protejam do frio. Invista em botas impermeáveis e forradas por lã para neve, além disso, as meias térmicas também são fundamentais. O mais apropriado é utilizar botas para neve, porém que conte com um estilo casual, dessa maneira você conseguirá utilizá-las em outras ocasiões e momentos do passeio.

O que levar para Bariloche? 11 dicas
Pin It

Foto: Pexels

2. A primeira camada do look

Escolha utilizar roupas térmicas para que elas retenham seu calor corporal. Essas peças térmicas serão a primeira camada a regular sua temperatura corporal, aquecendo seu corpo quando for preciso. Calças e blusas térmicas produzidas para o inverno são as alternativas adequadas para a primeira camada do seu look em dias de frio intenso.

Geralmente você achará 3 alternativas disponíveis no mercado: uma mais leve, intermediária e para frio extremo. Recomendo a alternativa intermediária, pois ela irá promover a proteção de fato necessária.

3. A camada intermediária do look

Essa camada tem o papel de atuar como um tipo de regulador térmico, ou seja, além de ajudar a reter o calor corporal, ela também ajuda a impedir que o frio externo chegue até seu corpo. É importante apostar em no mínimo uma peça com tecnologia térmica, como por exemplo, os Fleeces Térmicos. No entanto, se você achar melhor usar um sofisticado suéter em tricô para os passeios indoor, não tem problema. 

4. A última camada do look

Um casaco térmico de qualidade para curtir a neve é essencial, pois é ele que impedirá que o vento, umidade ou frio consiga chegar até seu corpo. Por esse motivo, evite escolher pelos que não tenham impermeabilidade, é importante que seu casaco tenha proteção térmica e resistência à umidade.

5. Acessórios

Não podemos pensar somente nas roupas, é necessário pensar também nos acessórios. Fazer a proteção das mãos, da cabeça e do pescoço é crucial!

Leve na sua mala gorros, cachecóis, toucas e luvas térmicas, esses itens são cruciais para se proteger do frio.

6. Itens desnecessários para viajar  

Evite carregar calçados sem impermeabilidade ou tênis, pois com facilidade entrará umidade nos seus pés. Outro item que também deve ser evitado levar na mala são os casacos de lã ou sem impermeabilidade, pois é comum você caminhar na neve ou curtas distâncias na chuva e, se isso acontecer, você ficará ensopado (a).

Outra sugestão: não leve roupa demais! É bem normal ver pessoas levando diversos calçados, roupas e casacos. Escolha peças versáteis e que podem ser utilizadas em diversos locais, isso vai fazer com que sua mala fique mais leve e, consequentemente, vai tornar sua viagem bem mais fácil. 

7. Alugue alguns itens em Bariloche

Não leve roupas de esportes de inverno, facilmente você encontra locais para alugar roupas para essa prática, como snowboard e ski. Além de serem peças pesadas e caras no Brasil, é bem provável que você não as utilize com muita frequência após a viagem. Mas claro, se você pratica regularmente esportes de inverno, vale a pena comprar as peças ao invés de alugá-las a cada viagem que fizer.

Por fim, se você quiser mais algumas dicas sobre o que levar para Bariloche, veja o vídeo do canal The Licio.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Luana Lopo

Sou uma baiana completamente apaixonada por viagens. Compartilho nas minhas redes sociais e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas a realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

1

Pode ser do seu interesse