sexta-feira, 27 de janeiro de 2023 - 27/01/2023 20:53:09
Nice Content News

Aprenda o que fazer numa entrevista de emprego sabendo falar com o recrutador, o que vestir e como agir, pois isso irá te destacar entre os demais candidatos.

Você está procurando sua primeira entrevista de emprego, mas não sabe como agir ao falar com o recrutador? Como é muito comum pessoas nessa situação ficarem extremamente ansiosas, encontramos alguns conselhos inestimáveis para facilitar a vida de todos. 

Aproveite esta ajuda com dicas de profissionais que têm anos de experiência trabalhando no recrutamento de pessoas de diversas áreas e níveis. Aqui você aprenderá tudo o que precisa para ser um ótimo candidato e passar uma boa primeira impressão na entrevista.

Leia este artigo até o final e veja quais são as dicas sobre o que fazer numa entrevista de emprego e comece agora mesmo a buscar vagas de empregos para se candidatar.

O que este artigo aborda:

1. Saiba escolher o que vai vestir

O primeiro conselho é começar com as coisas mais fundamentais de início. Que roupa você vai usar? A escolha não é tão simples. Não pense que tudo o que você precisa fazer para resolver seus problemas é vestir sua calça jeans e sua camisa favorita. 

O que fazer numa entrevista de emprego: 8 dicas
Pin It

Foto: Pexels

Ao discutir negócios e procedimentos de seleção, algumas precauções simples podem fazer uma diferença significativa.

O ideal é que o candidato já pareça um funcionário. Ou seja, informe-se sobre o “dresscode” da empresa conversando com os funcionários de lá ou simplesmente observando (se possível, visite o local antes da entrevista).

O conselho é usar roupas mais socialmente conscientes. O erro é melhor feito por mais do que por menos. Além disso, se você chegar na entrevista e perceber que o ambiente não está dos mais profissionais, basta tirar a gravata, por exemplo, arrumar a manga da camisa e tirar o paletó. 

É mais fácil fazer a transição do social para o esportivo do que o contrário. O cuidado com o cabelo e as unhas das mulheres também é crucial.

Uma que que esses cuidados básicos podem passar a impressão de uma pessoa zelosa e cuidadosa.

2. O que é preciso se atentar na hora de falar

O segundo conselho é prestar muita atenção ao que você diz e como diz durante sua primeira entrevista de emprego. Evite erros gramaticais e de português. Faça apenas os comentários necessários sobre a questão colocada.

Para ter um bom desempenho em uma entrevista, faça perguntas pertinentes. Na maioria das entrevistas, o entrevistador, em algum momento, perguntará ao candidato se ele tem alguma dúvida. 

Esse comportamento não é um truque ou apenas um gesto educado do entrevistador agindo dessa maneira. O candidato pode realmente aproveitar a oportunidade para fazer uma pergunta.

Porém, se um candidato aqui demonstrar interesse e compreensão de uma questão bem construída, poderá se destacar da concorrência. Você pode pensar em perguntas do tipo: como você caracterizaria a cultura corporativa?.

3. Qual a importância da valorização acadêmica

Em processos seletivos em geral, o que pesa mais são os resultados que os candidatos alcançaram em experiências anteriores. 

É óbvio que, se esta é sua primeira busca de emprego, o gerente de contratação já sabe que você não tem a experiência profissional necessária (muito menos resultados) para fazer uma apresentação convincente. No entanto, isso não significa que você acabará em uma posição diferente.

Você deve se atentar aos seus resultados escolares/docentes, sua participação em congressos, seminários, cursos de educação continuada, trabalhos desenvolvidos como TCC e Monografias e, principalmente, seu trabalho voluntário, trabalho de férias e intercâmbios culturais.

Além disso, é fundamental dividir sua carreira em fases. Estruture a área da sua carreira onde você aprendeu. 

Depois veja onde começa a fase de aprendizado do uso das ferramentas, seguida da fase de aprendizado do desenvolvimento das ferramentas de liderança e, por fim, a fase de aprendizado da aplicação das habilidades de liderança.

Reflita sobre as atividades em que você se envolveu. Esteja preparado para se relacionar com eventos passados em cada fase de sua vida profissional. Lembre-se de abordar seu aprendizado para o desenvolvimento profissional, além dos valores que você contribuiu para os negócios onde trabalhou.

Mesmo depois de sair da fase de aprendizagem oficialmente designada (discente, estágio, pós-graduação), o desenvolvimento deve continuar. Ele apresenta um novo ponto de vista e demonstra os desafios que você enfrentou ao longo de sua carreira.

Promoções, novos projetos e equipes instruíram. Quais novidades, na sua opinião, merecem atenção especial em cada etapa da carreira? A regra de ouro é a autoconsciência. Uma pessoa que você não conhece não tem uma compreensão clara do potencial de suas realizações.

4. Estude a empresa antes da entrevista

Antes da entrevista, é muito importante conhecer e pesquisar a empresa para a qual deseja trabalhar. Use e abuse da internet para saber tudo o que há para saber sobre a empresa, incluindo sua história, o que faz, o que produz, seu tamanho, se é nacional ou não, quem são seus concorrentes, como se posiciona em relação à concorrência, etc. 

Além disso, tente imaginar como você pode contribuir para o desenvolvimento da empresa e considere por que você quer trabalhar lá.”

Em geral, os executivos não se preparam para as entrevistas de emprego. Saber o que se espera do profissional que ocupa aquele cargo é fundamental para ter “ponto de linguagem”, justificativa pela qual você pode ser o melhor candidato para o cargo. 

Esse ponto é válido tanto para conversar com pessoas que já trabalharam na empresa quanto para visitar o local e se candidatar.

Tudo isso é fundamental para saber responder à pergunta de por que você quer trabalhar lá. Lembre-se de que quanto mais informações o profissional tiver, melhor é seu processo de decisão pessoal.

5. Estude as perguntas mais comuns durante uma entrevista de emprego

Algumas perguntas de entrevista de emprego serão incluídas em cada seleção. Por isso, o conselho para se sair bem em uma entrevista de emprego é estudá-las com antecedência e com dedicação. Imagine responder a perguntas como:

  • Por que você está interessado em trabalhar para a empresa?
  • Quais são seus pontos fortes e fracos?
  • O que te deixa mais orgulhoso? Quais são as suas maiores vitórias?
  • Onde você quer estar daqui a 5 anos?

Pensar nas suas melhores qualidades é outra atividade que pode te ajudar na hora da entrevista. Descubra seus pontos fortes e prepare exemplos que os demonstram, como cenários da vida real que demonstrem a aplicação dessas qualidades. 

No entanto, também é importante identificar seus pontos fracos e as áreas em que você precisa crescer, pois isso pode surgir durante sua primeira entrevista de emprego.

Além disso, esteja preparado para responder as questões mais difíceis que serão perguntadas na hora da entrevista. Não há como antecipar as questões mais exclusivas que o recrutador fará. 

Mas se você fez sua pesquisa sobre a empresa e sua cultura, pode tentar se preparar para responder a quaisquer perguntas que possam surgir.

Por exemplo, se a organização valoriza a autonomia, considere como você pode explicar como sabe como gerenciar esse valor no dia a dia.

6. Foque em resolver problemas, pois é isso que um recrutador busca no candidato

É óbvio que seu objetivo é conseguir a oportunidade profissional, mas mostre que está atento às necessidades do negócio durante a conversa. A conversa deve se concentrar em encontrar uma solução para o problema do empregador. 

O que a empresa precisa? Essa resposta é o que mostrará seu diferencial e o porquê de você merecer a vaga.

É por isso que as informações coletadas antes da entrevista são tão cruciais. Eles darão o estímulo necessário para que você demonstre que seu perfil é adequado. A partir disso, você consegue provar sua competência com ações e resultados.

Faça um breve resumo de sua carreira, o que normalmente acontece logo no início da entrevista com o recrutador, e enriqueça as informações do currículo discutindo suas ações e resultados.

É interessante listar os projetos significativos que concluiu, mostrando números, atos e ações. Seja específico sobre seu nível de responsabilidade para cada uma das funções; por exemplo, mencione quantas pessoas você já liderou. 

Diga-lhes a quem você relatou. Para ter um bom desempenho na entrevista de emprego, não deixe escapar esses detalhes.

7. Sentir confiança faz toda a diferença

O entrevistador já estará prevendo que você ficará nervoso porque isso é muito típico. Se ele for um bom entrevistador, ele cuidará de você para que você se sinta mais motivado. 

Seja como for, ser você mesmo é a melhor estratégia para vencer o nervosismo durante uma entrevista de primeiro emprego.

O conselho é claro: não crie mentiras elaboradas ou narrativas complexas na tentativa de impressionar. Seja você mesmo, e tudo se tornará muito mais fácil. Além disso, os processos seletivos visam colocar a pessoa certa no lugar certo.

Na maioria das vezes, os traços comportamentais pesam mais do que habilidades técnicas ou habilidades mentais. Uma pessoa mais introvertida pode não se desenvolver bem em um trabalho extrovertido, e uma pessoa que gosta de conduzir análises estatísticas pode não se sentir à vontade em uma posição que exija criatividade. 

Portanto, forçar um perfil só trará prejuízos de longo e médio prazo para o negócio e para o profissional.

O conselho geral para uma primeira entrevista de emprego é mostrar suas realizações, traçar sua jornada e seu desenvolvimento, ser sucinto e claro, dominar o português e ser você mesmo!

“A primeira impressão é a que fica” não é uma afirmação sem suporte. Ao contrário, a ciência tem apoiado este fato em numerosos estudos. A Time continua dizendo que alguns pesquisadores acreditam que este seja o aspecto mais crucial das entrevistas.

Otimize as primeiras impressões imediatamente introduzindo a conversa com algumas declarações bem formuladas sobre como você deseja ser percebido. Isso acabará sendo a estrutura através da qual outra pessoa formará suas memórias de você.

8. Se beneficie dos poderes da linguagem corporal

Você já ouviu falar em pose de poder? Fundamentalmente, ter uma postura confiante irá aumentar muito as chances de sucesso e isso vale para várias situações sociais.

No entanto, sua “pose” pode ser “manipulada” por alguém que não se sente muito seguro. Busque estudar as linguagens corporais antes da sua entrevista e siga as dicas baseadas na linguagem corporal para se sair bem em entrevistas de emprego. 

Por fim, se você quiser mais algumas dicas sobre o que fazer numa entrevista de emprego, veja o vídeo do canal O Primo Rico.

Agora basta você colocar todas essas dicas em prática e ver como elas podem fazer toda a diferença na hora de uma entrevista. Boa sorte!

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Equipe Nice

A equipe do Nice Content News conta com diversos profissionais competentes e altamente qualificados para trazer o melhor conteúdo para você.

1

Pode ser do seu interesse