sábado, 26 de novembro de 2022 - 25/11/2022 23:15:08
Nice Content News

Manter uma empresa operando saudavelmente realmente não é uma tarefa fácil e envolve muitas atividades, a gestão financeira empresarial é uma delas.

De nada adianta você ter bons clientes, conseguir vender seus produtos, ter bons funcionários, porém não conseguir fazer o controle do dinheiro que entra e sai do seu negócio.

Muitas vezes, essa gestão é  deixada de lado, pois as pessoas que administram os negócios acham complexa e burocrática demais. Porém, é esse gerenciamento que vai permitir à empresa se manter sustentável, com fluxo de caixa saudável e com segurança para decidir quando e no que investir.

Portanto, para que você não arrisque deixar esse importante gerenciamento de lado, esse texto do Nice Content News vai te ajudar a fazer a gestão financeira empresarial em 8 passos simples, mas que traz uma boa visão do negócio se executados de forma correta. Continue por aqui e boa leitura.

O que este artigo aborda:

O que é gestão financeira empresarial?

Após essa introdução, o primeiro ponto a se tratar neste texto é o conceito de gestão financeira empresarial. Afinal, se você não tiver o conhecimento do que é, dificilmente vai entender para que serve, certo?

Essa gestão envolve todos os processos administrativos necessários para o planejamento, controle e análise das atividades financeiras do seu negócio. Nela, devem ser feitos os registros dos recursos financeiros da companhia, como contas a pagar e a receber, previsões e cenários, metas e prazos. 

A importância da gestão financeira é para que a empresa mantenha um equilíbrio das contas, honrando todos os compromissos financeiros. Além disso, é com esse acompanhamento que será possível fazer investimentos, ter condições de cobrir despesas imprevistas sem causar prejuízos e atingir resultados positivos que contribuam para o crescimento do seu empreendimento.

Mesmo para pequena e média empresa, a gestão financeira é necessária?

Com um bom gerenciamento financeiro, sua empresa começa a crescer de forma sustentável e orgânica, reduzindo gastos e maximizando os resultados.

E não importa se trata-se de uma pequena, média ou grande empresa, essas atividades são necessárias para avaliar bem o rumo que está tomando.

Investir em conhecimento e ações é importante para garantir resultados positivos e rápidos. Isso trará mais tranquilidade na hora de tomar decisões e decidir o futuro da companhia.

Como fazer a gestão financeira em 8 passos

Quando se fala em gestão financeira empresarial, as pessoas que empreendem em pequenos negócios tendem a acreditar que é necessário um especialista dedicado a essa atividade, como um gestor financeiro, por exemplo, como ocorre nas grandes empresas.

Isso é um mero engano. Qualquer pessoa com conhecimento mínimo de finanças do negócio ou com um curso de gestão financeira pode assumir essa gestão é realizar um bom controle financeiro para guiar as tomadas de decisões baseadas em dados e não em achismo.

Para não restar mais dúvidas sobre essa possibilidade, confira, abaixo, 8 passos para executar uma gestão financeira empresarial eficaz e que dê resultado.

1. Separe as contas

Se você ainda usa uma mesma conta para administrar suas despesas pessoais e empresariais, mude já este comportamento.

Não à toa, toda pessoa que empreende precisa ter bem definido seu pró-labore, exatamente para que este dinheiro seja como um salário e banque todas as despesas pessoais de quem administra o negócio.

Feito isso, não há o porquê misturar o dinheiro todo numa conta só. Afinal, as despesas da empresa são da empresa; gastos pessoais são pessoais, não corporativos.

E não adianta dar a desculpa de que não vai abrir uma conta PJ para não ter que pagar manutenção de duas contas, pois hoje em dia já há bancos, principalmente digitais, que oferecem isenção da mensalidade. É o caso da Cora, uma conta para pessoa jurídica gratuita que oferece, ainda, serviços de emissão de boleto e cartão de crédito sem anuidade.

2. Controle seu fluxo de caixa

Para se ter um bom controle, é preciso saber tudo que se passa no seu caixa, seja entrada ou saída. Uma dica para fazer isso de fácil e eficaz é classificando os custos fixos e variáveis para conseguir administrar melhor as provisões futuras.

Você pode também determinar centros de custos para entender qual área da sua empresa está gastando mais do que se deve. Assim fica mais fácil avaliar possíveis melhorias e cortes de gastos. 

4. Use e abuse da tecnologia

Está achando tudo isso complexo demais? Calma, a tecnologia está aí para te ajudar. Hoje em dia há bons softwares que armazenam tudo nas nuvens para você ter acesso a qualquer lugar.

Essas plataformas garantem que os dados captados sejam confiáveis, automatizam processos manuais complexos e reduzem o trabalho manual. 

5. Automatize as cobranças

Por falar em automação, que tal usá-la na sua gestão de cobrança? Isso mesmo! Automatizar as cobranças é sinal de mais eficiência e profissionalismo neste processo, contribuindo com a redução da inadimplência, já que seus clientes serão avisados previamente do vencimento de suas contas.

Busque um bom sistema de gestão para conseguir fazer esse processo de uma forma ainda mais rápida e otimizando seu tempo.

7. Acompanhe o desempenho financeiro

A gestão financeira empresarial, quando bem executada e com ajuda da tecnologia, consegue trazer dados e informações importantes para suas análises diárias. Assim, torna-se mais fácil acompanhar o desempenho financeiro do seu negócio, antecipando problemas e tomando decisões mais rápidas e assertivas.

Porém, para que isso realmente dê bons retornos, é necessária muita disciplina na hora de incluir dados e fazer as análises.

8. Integre todas as áreas

Pense que sua empresa funciona como o corpo humano. Cada área representa um órgão, e ela precisa de todos funcionando saudavelmente para se manter vivo.

Sendo assim, não adianta nada julgar que sua empresa vai crescer de forma saudável se as áreas não forem integradas. Não dá para o setor de marketing não estar pode no setor financeiro, pois, assim, não saberá ao certo o quanto pode gastar ou o quanto tem que trazer de retorno numa determinada campanha.

Conclusão

Viu só como, no fundo, todo esse processo de gestão financeira empresarial é simples e fácil? Com esses passos, com certeza sua empresa terá uma nova forma de se organizar, se tornando mais produtiva, eficaz e com bons resultados.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Equipe Nice

A equipe do Nice Content News conta com diversos profissionais competentes e altamente qualificados para trazer o melhor conteúdo para você.

1

Pode ser do seu interesse