sábado, 3 de dezembro de 2022 - 03/12/2022 15:36:33
Nice Content News

Para manter a rotina de atividades físicas, a alimentação entra como um requisito principal, pois auxilia no ganho de massa muscular, evita a fadiga, revigora os músculos e até mesmo diminui as dores musculares. Portanto, ela é a fonte de energia que o nosso corpo precisa. 

Porém, ao consumir os  suplementos pré-treino, você estará estimulando os músculos em exercícios de alta intensidade, proporcionando excelentes resultados.

Dessa forma, para alcançar a fisionomia desejada, é primordial manter uma alimentação balanceada, além da musculação, exercícios aeróbicos e atividades físicas.

Assim, se você deseja saber o que comer de pré e pós treino, acompanhe a leitura até o final!

O que este artigo aborda:

Por que a alimentação é tão importante para antes e depois do treino?

Durante os exercícios físicos, o nosso músculo reage aos estímulos, necessitando de substâncias que promovem energia ao longo das atividades. Esses elementos são limitados, por isso, é necessário repor, por meio da alimentação, os estoques de glicogênio, um polissacarídeo para colaborar com a regeneração muscular. 

O que comer de pré e pós treino: 17 idcas
Pin It

Foto: Pexels

Assim, uma dieta rica em nutrientes vai facilitar que o metabolismo trabalhe para o ganho de massa muscular e a queima de gordura. No entanto, quando ingerimos alimentos industrializados ou com muito açúcar, o efeito obtido no corpo é reverso: acumulamos mais gorduras. Logo, para que o resultado dos treinos ocorra de forma esperada, manter o controle da alimentação antes e após o treino é essencial para a liberação dos hormônios. 

Muitos associam a quantidade de alimentos com a perda de peso, ou seja, ao reduzir essa quantia, é mais fácil emagrecer. Porém, não é dessa maneira que o organismo responde, pois, se o intuito é ganhar massa muscular, alimentar-se corretamente será importante para devolver a fonte de energia ao longo das atividades físicas. 

Por isso, nunca pule refeições ou reduza a porção de alimento, mas invista em comidas mais nutritivas, buscando melhorar a qualidade do que é ingerido, sempre respeitando os intervalos de uma alimentação para a outra.

Dicas de alimentação pré e pós treino

Para iniciar uma dieta equilibrada, risque do menu produtos industrializados, limitando também o consumo de álcool, uma vez que eles atrapalham o desenvolvimento dos treinos. Além disso, possuem elevados valores de calorias. 

Os nutricionistas sugerem que as dietas para quem deseja emagrecer sejam livres de carboidratos simples, como o pão, o arroz, os biscoitos, os doces, as massas e outros. O integral é consumir mais os alimentos integrais, pois conseguem proporcionar a sensação de saciedade por mais tempo devido às fibras que apresentam.

Assim, é importante também restringir os alimentos calóricos. Seguir essas recomendações vai possibilitar a eliminação das gorduras do corpo, pois o gasto energético diário será maior que o consumo. 

Já para aqueles que pretendem ganhar massa para definir os músculos, as calorias podem ser mantidas no cardápio, mas é relevante ingerir suplementos ricos em proteínas e nutrientes. Isso é necessário para o desenvolvimento do tecido muscular, consumindo mais ovos, queijos, laticínios e carnes magras (peixe e frango), frutas e cereais. É preciso lembrar sempre de respeitar os intervalos de descanso dos músculos para restabelecer a musculatura.

O que comer de pré e pós-treino?

Preservar uma rotina de alimentação adequada contribui para os resultados desejados. Por isso, se seu objetivo é emagrecer ou ganhar massa, procure inserir no seu cardápio certos alimentos necessários para o seu antes e depois do treino. 

Pré-treino

Para resultados eficientes, alimente-se uma ou duas horas antes do treino. Opte por alimentos plenos de carboidratos, pois eles mantêm a quantidade de açúcar no sangue estável e proporcionam a fonte de energia para a prática das atividades. Por isso, se seu objetivo é perder peso, busque fazer refeições mais leves, como:

  • Beber 1 copo de suco de laranja;
  • Comer uma fruta;
  • Degustar uma barra de cereal;
  • Ingerir metade de uma batata-doce.

Para aqueles cujo intuito é ganhar massa muscular não há tantas restrições. Pode-se realizar refeições maiores, ricas em carboidratos, como:

  • Leite com cacau em pó;
  • Vitamina de frutas batidas ao leite;
  • Pão de queijo integral;
  • Crepioca (tapioca com clara de ovo) recheada;
  • Banana amassada com aveia;
  • Pão integral e ovos mexidos;
  • Salada de frutas com granola e mel.

Pós-treino

É nessa etapa que se repõe a energia perdida durante as atividades, reabastecendo o organismo com proteínas necessárias para ajudar os músculos a aumentarem de tamanho. Portanto, faça refeições completas. 

Para quem deseja emagrecer, acrescente na sua rotina alimentar os pratos:

  • Omeletes com claras, queijo, salada e banana;
  • Pequena porção de arroz integral, feijão e carne magra;
  • Sanduíches de pão integral, queijo light e salada.

Agora, se o foco é ganhar volume na musculatura, ingira:

  • Batata-doce, frango grelhado, salada;
  • Salada de cenoura e beterraba raladas, ovos mexidos e arroz integral;
  • Legumes cozidos, purê de batata-doce e carne magra.

Por fim, se você ainda tem dúvida sobre o que comer de pré e pós treino, veja o vídeo do canal Laércio Refundini.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Equipe Nice

A equipe do Nice Content News conta com diversos profissionais competentes e altamente qualificados para trazer o melhor conteúdo para você.

1

Pode ser do seu interesse