sábado, 3 de dezembro de 2022 - 03/12/2022 11:17:59
Nice Content News

Um boletim informativo pode ser uma ótima estratégia de marketing para se comunicar melhor com seu público-alvo. O truque é passar a mensagem da maneira certa. Como você compõe uma mensagem? Quais informações você compartilha? Com que frequência você envia correspondências? E quais são os custos de uma assinatura? 

Nesse artigo iremos te mostrar como fazer uma boa newsletter. 

O que este artigo aborda:

Por que estou criando um boletim informativo?

Com uma newsletter você informa os leitores sobre os últimos desenvolvimentos da sua empresa. Você pode deixar claro quais serviços ou produtos oferece.

Você também pode usar a newsletter para anunciar determinadas promoções e descontos em produtos e compartilhar conhecimentos e informações relevantes pode contribuir para dar à sua empresa ou marca o status  em sua área. 

Para quem estou fazendo esta correspondência?

Isso depende de que tipo de empresa você começou, em qual setor você trabalha e para quem você deseja oferecer os produtos ou serviços. Geralmente, você pode dividir os leitores de um boletim informativo em três grupos. O primeiro grupo lê principalmente boletins por causa de grandes ofertas e busca principalmente vantagens de sua empresa.

Um segundo grupo de leitores está curioso sobre os desenvolvimentos de sua empresa e os desenvolvimentos de seus produtos. O último grupo está interessado no seu campo e usa seu conhecimento para se informar, adquirir conhecimento e encontrar inspiração.

Quais artigos eu coloco em um boletim informativo?

Dependendo do tipo de empresa e do público-alvo, você pode ajustar os tópicos do seu boletim informativo de acordo com essas necessidades. Por exemplo, muitas lojas virtuais enviam newsletters com ofertas para atrair clientes para seu site. 

Pense em descontos com sapatos scarpins, se tiver uma loja de eletrônicos, usar em  máquinas de lavar ou agências de viagens que oferecem passeios pela cidade com descontos. 

Portanto, determine com antecedência o que você deseja alcançar. Você tem como alvo os leitores que lêem rapidamente o boletim informativo em busca de uma promoção ou deseja que o boletim seja lido com atenção e leve seus clientes genuinamente interessados ​​ao site da sua empresa? 

Por exemplo, você pode abrir a newsletter com mensagens atuais ou artigos populares (blog), seguidos de um artigo sobre um novo produto ou serviço e, finalmente, uma promoção de desconto.

Qual título eu uso?

Com o título de uma newsletter você chega ao leitor (ou não). Portanto, não subestime o título: essa frase curta determina se o cliente abrirá ou não o newsletter. A linha de assunto normalmente se refere ao conteúdo ou artigo principal.

É óbvio, mas você nunca deve usar de assunto como: ‘newsletter 2022-08: inovação’. Você pode usar um título tão cru como forma de arquivar seu boletim informativo, mas não é exatamente um convite para ler.

Opte por um título estimulante que incentive o leitor a agir. E leve em consideração o número máximo de caracteres: coloque o núcleo da correspondência no início da frase. A maioria dos programas de correio quebra o texto após cerca de 40 a 45 caracteres.

Como eu realmente faço um boletim informativo?

Você pode optar por escrever um boletim informativo no Word, convertê-lo em um arquivo PDF e enviá-lo por e-mail para todos ou também pode criar no Canva onde existem modelos prontos e para se inspirar. Você pode implementar sua identidade corporativa na maioria dos casos.

Com que frequência devo enviar uma correspondência?

O perigo de enviar newsletters (com muita frequência) é que o leitor pode eventualmente vê-las como spam. No entanto, esse risco é bastante fácil de limitar, diminuindo um pouco a frequência e apenas redigindo uma correspondência se você realmente tiver algo relevante para relatar.

Uma frequência comum é uma vez por semana, mas uma vez por mês também é possível. Portanto, é melhor enviar um boletim informativo com várias mensagens relevantes com menos frequência do que enviar as últimas notícias todos os dias. Você também pode usar seus  canais de mídia social  ou o site da empresa para atualizações diárias. 

A que horas envio a newsletter?

As opiniões estão divididas sobre o momento ideal para enviar uma newsletter. É comum enviar a newsletter no final da manhã (perto do horário de almoço) ou no final do expediente. As pessoas então veem a mensagem chegar quando estão sentadas na frente de suas telas. 

O mesmo se aplica ao dia em que envia a newsletter. Segunda-feira é considerada a menos adequada, todo mundo está ocupado atualizando os assuntos atuais após o fim de semana.

Relativamente poucas pessoas trabalham às sextas-feiras em relação a outros horários, então de terça a quinta-feira são geralmente os melhores dias. Também se aplica aqui: teste e medição, para que você saiba quando seu boletim informativo é melhor lido.

Por que as estatísticas são tão importantes?

‘Medir é saber’ e este velho ditado também se aplica a uma newsletter. Para realmente medir os resultados, é necessário, portanto, usar um software profissional.

Com a maioria dos provedores (dependendo de qual assinatura você faz) você pode ver por e-mail enviado quantos destinatários abriram o boletim informativo e em quais links eles clicaram. Por que esses dados são tão importantes agora? Porque, especialmente no início, muitas vezes você ainda está procurando a forma e o conteúdo certo.

Você ainda precisa descobrir quais artigos ou tópicos pontuam bem com o público-alvo e a única maneira de descobrir é perguntando a eles. Ou olhando para as estatísticas. 

Quais são as regras para entrar e sair?

Existem várias regras legais para inscrever e cancelar a inscrição de uma newsletter. Alguém tem que se inscrever ativamente para receber seu boletim informativo.

Portanto, você não pode simplesmente solicitar dez mil endereços de e-mail e enviar a todos o seu boletim informativo. Na verdade, você precisa de permissão explícita do destinatário para fazê-lo.

Além disso, você é obrigado a oferecer uma opção de cancelamento direto em todos os e-mails. Quer você mesmo envie newsletters ou use um sistema profissional: sempre deve haver um link de cancelamento de assinatura claramente visível. 

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Lucas Ferraz

Consultor de marketing digital, especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads. Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

1

Pode ser do seu interesse