sexta-feira, 27 de janeiro de 2023 - 27/01/2023 21:33:08
Nice Content News

Em algum momento, a sua versão criança já se perguntou de onde vem a água, e provavelmente você queria uma resposta melhor do que simplesmente “da torneira”. Mais tarde, você descobriu que ela vem dos rios, pelo menos a água doce.

A água que sai das torneiras é útil, mas ainda existe a dúvida de como é feito o processo da água que é vendida em garrafas, a chamada “água mineral”, já que  muitas pessoas não entendem exatamente de onde vem a água mineral. 

Alguns imaginam que isso pode ser feito de forma simples, ou seja, você engarrafa a água e a vende com a sua marca. No entanto, isso está bem longe de ser verdadeiro. Existe todo um processo legal que qualquer empresa precisa passar para se certificar que está comercializando algo que não vai fazer mal às pessoas.

Nada é simplesmente vendido, e sempre vai existir uma parte burocrática por trás, o que pode parecer ruim do ponto de vista de gastos e demora, mas que garante que tudo está dentro da lei e seguro para o consumidor. 

Portanto, se você pensa em começar a comercialização desse tipo de produto, certamente está se perguntando o quão complexo é e quais são os requisitos legais, afinal, a água é algo a que temos fácil acesso, então, vendê-la não é má ideia.

De onde vem a água mineral? Veja o processo
Pin It

Foto: Pixabay

Hoje falaremos sobre de onde vem a água mineral a fim de esclarecer quais são os requisitos para a industrialização, como isso deve ser feito dentro da lei e um pouco de toda a burocracia envolvida no processo. 

O que este artigo aborda:

O processo da água mineral

A água mineral é aquela água captada de fontes naturais, isto é, de nascentes consideradas puras. Assim que a água é captada, existe um pequeno processo de tratamento para que ela seja a mais pura possível, sendo, portanto, a sua composição química que diferencia a água comum da água mineral.  

Comumente vemos empresas captando essa água de poços artesianos, os quais precisam ser construídos com a devida autorização para que não haja nenhuma contaminação da água no poço.

Apesar do poço ser mais comum, existem empresas que preferem pegar a água de fontes ainda mais naturais, onde não é necessária a escavação. Esse é um processo mais complexo, mas quando é feito, as empresas tratam isso como seu diferencial. 

Uma vez que a água é coletada e tratada, ela então é colocada em seus recipientes com o auxílio de uma envasadora, podendo ser colocada tanto em copos quanto em garrafas, sejam as embalagens pequenas ou grandes, da forma como a indústria achar melhor comercializá-la.  

Após a colocação da água em recipientes, eles precisam passar por um processo de lacração, inspeção visual para saber se ela está dentro dos parâmetros escolhidos pela empresa, ter a sua rotulagem devidamente feita e, por fim, ser empacotada.

A escolha da embalagem é muito importante para várias empresas, uma vez que ela tem ligação direta de como será vista pelos consumidores. Empresas como a Coca-Cola, por exemplo, levam muito a sério o formato de suas garrafas e estão sempre cuidando bem de suas máquinas com manutenção preventiva para garantir que não passe nenhuma garrafa defeituosa.

A importância do processo de envasamento

Esse assunto tem mais seriedade do que muitas pessoas possam acreditar. Se uma garrafa da Coca-Cola, que usamos como exemplo, que tem um formato já tradicional, sai diferente, ela é imediatamente descartada, não existindo qualquer chance do produto ser vendido daquele jeito.

Isso resulta em desperdícios, e por isso a seriedade no processo. Essa questão inclusive tende a ser difícil para qualquer empresa, tendo em vista que se deseja que a garrafa tenha um bom material e um formato específico, e que ela não deixe gosto ou solte qualquer tipo de composto no seu líquido.

Essa é uma preocupação principalmente de onde vem a água mineral, que deve ser a mais pura possível. Por essa razão, o processo de industrialização da água mineral é tão sério e burocrático.

Portanto, as empresas devem ter um cuidado especial para que não haja contaminação, uma vez que isso poderia colocar a vida dos que consomem a água em risco.

Em resumo, o processo de industrialização da água é visto como simples, mas ao mesmo tempo é dado como imprescindível que todos os protocolos sejam seguidos para que absolutamente nada saia errado.  

Para que tudo dê certo, é necessário que as empresas tenham todas as máquinas necessárias em pleno funcionamento e com manutenção em dia.

Sendo assim, o processo de onde vem a água mineral deve ser feito somente após muitos estudos para que não haja qualquer problema com a água que está sendo trazida para a indústria.

Portanto, todo o processo de industrialização da água deve ser feito de forma higiênica e também de maneira honesta.

Por fim, se você quiser saber mais de onde vem a água mineral, veja o vídeo do canal Repórter Rogerio Sousa.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Equipe Nice

A equipe do Nice Content News conta com diversos profissionais competentes e altamente qualificados para trazer o melhor conteúdo para você.

1

Pode ser do seu interesse