sexta-feira, 27 de janeiro de 2023 - 27/01/2023 21:33:08
Nice Content News

A diabetes infantil é uma doença que está atingindo cada vez mais crianças no mundo todo. Por conta disso, é necessário que falemos mais sobre essa doença, afinal de contas, a informação é a chave para tudo hoje em dia, e saber o que fazer no caso do seu filho ter diabetes, é essencial para ajudá-lo. 

Além disso, muitas pessoas tratam a diabetes na infância como se não fosse nada, mas quando ela não é tratada, pode acarretar agora diversos problemas de saúde para a criança, e também quando ela for adulta. Sendo assim, fica claro o quanto é necessário se preocupar em cuidar e tratar corretamente esse problema de saúde.

Principalmente por estarmos falando de crianças, são os pais quem devem prestar atenção nos sintomas e levar seu filho para uma consulta médica, visto que os pequenos ainda não sabem reconhecer uma diabetes ou explicar exatamente tudo que estão sentindo. 

Por conta disso, cabe sempre aos adultos responsáveis observarem e tomarem conta de suas crianças para que nenhum tipo de doença ou problema que tenha tratamento se torne algo mais grave, prejudicando a criança a curto e também a longo prazo. 

Para ajudar você com isso, preparamos este artigo onde falaremos sobre quais são os principais sintomas de diabetes em crianças.

16 sintomas de diabetes em crianças
Pin It

Foto: Pexels

Por fim, vamos falar tanto da diabetes infantil tipo 1 quanto da diabetes infantil tipo 2, além de darmos algumas dicas sobre os cuidados necessários com a diabetes na infância. Confira!

O que este artigo aborda:

Sintomas da diabetes infantil tipo 1

Primeiramente, vamos falar um pouco sobre os sintomas da diabetes infantil tipo 1, que é o tipo mais comum nas crianças, tendo em vista que ela ocorre por conta de alterações genéticas. Os sinais de diabetes infantil são:

  • Fome em excesso;
  • Perda de peso sem motivo específico;
  • Vontade de urinar o tempo todo, inclusive durante a noite;
  • Sede de forma demasiada;
  • Sono e cansaço em excesso, mesmo que a criança não seja muito ativa;
  • Coceira no corpo, mesmo sem o aparecimento de manchas;
  • Estresse e irritação constantes, além de mudanças de humor repentinas;
  • Infecção urinária constante.

Sintomas da diabetes infantil tipo 2

Agora que já falamos sobre a diabetes infantil tipo 1, vamos falar sobre os sintomas da diabetes infantil tipo 2, que é a mais comum em crianças que estão acima do peso por não terem uma alimentação correta e saudável. Os sintomas são:

  • Boca frequentemente seca, porém apresenta sede em excesso;
  • Vontade de fazer xixi a todo tempo, inclusive a noite;
  • Cansaço e sono frequentes;
  • Mãos e pés constantemente formigando;
  • Coloração escura nas dobras como na nuca e nas axilas;
  • Visão embaçada e turva na maior parte do tempo sem motivo aparente;
  • Os machucados demoram muito para cicatrizar, mesmo os mais superficiais;
  • Infecção urinária constante.

Qual o tratamento para os dois tipos de diabetes infantil?

Em ambos os casos, se você perceber que o seu filho apresenta alguns dos sintomas de diabetes em crianças mencionados acima, é importante levá-lo até o pediatra para que sejam realizados exames a fim de identificar se ele está com diabetes, e qual dos dois tipos ele desenvolveu. 

Assim que o médico analisar os exames, provavelmente ele pedirá que você faça a compra de um glicosímetro, aparelho que serve para monitorar os níveis de glicose no sangue durante o dia, o qual pode ser encontrado em farmácias físicas ou online, como no site da Santa Apolonia, por exemplo.

Além desse monitoramento, é provável que a criança precisará fazer tratamento com insulina, e o que vai variar é o tipo de medicamento e a quantidade a ser aplicada por dia, pois isso depende do tipo de diabetes que a criança apresentar. 

Também será preciso que a criança comece a praticar exercícios físicos e mude a alimentação, pois essas duas práticas são essenciais para ajudar a regular os níveis de glicose no sangue.

3 cuidados que é preciso ter com crianças com diabetes

Além de seguir o tratamento correto indicado pelo médico, também será preciso ter alguns cuidados com a criança, afinal de contas, é um diagnóstico completamente novo e nada fácil para ela.

Portanto, os pais ou responsáveis precisam ajudá-la a entender e a passar por essa situação da melhor maneira possível.

Para isso, existem alguns procedimentos que você pode fazer. Confira abaixo:

  • A criança precisa comer de 3 em 3 horas para regular os níveis de glicose. Para que ela se sinta incentivada a fazer isso, coma junto com ela e torne as refeições mais interessantes;
  • Tenha paciência, pois ela pode demorar um pouco para entender todas as mudanças que estão acontecendo, desde as medições de glicose, as injeções de insulina constantes e a mudança na alimentação;
  • Não ofereça açúcar para o pequeno e evite levar doces e guloseimas para dentro de casa. A criança precisa de ajuda e apoio, portanto, é obrigação dos pais ou responsáveis tornar essa fase mais fácil para ela.

Por fim, se você quiser saber mais sobre os sintomas de diabetes em crianças, veja o vídeo do canal Dra. Ana Escobar.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse